Pacajus: prefeito e vice voltam a ser afastados do cargo pela Justiça, entenda o caso

1 Min. de Leitura

O desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) derrubou a liminar que mantinha o prefeito de Pacajus, Bruno Figueiredo (PDT) e seu vice, Francisco Fagner (UB), nos cargos. Ele reconheceu que os supostos erros no processo de cassação conduzido pela Câmara foram corrigidos dentro da legalidade. Assim, a cassação de Figueiredo e Fagner por nepotismo, oficializada no dia 21 de setembro, voltou a ser considerada válida. A deccisão ainda cabe recurso. 

A Justiça do Ceará decidiu afastar novamente os dois dos cargos nesta segunda-feira (6/11). A decisão atende a recurso impetrado pela Câmara Municipal e afasta os dois dos cargos. Dessa forma, a cassação de Figueiredo e Fagner por nepotismo, oficializada no dia 21 de setembro, volta a ser validada. O vereador Tó da Guiomar (UB), reassume o cargo de prefeito interino do município.

Com a cassação reconhecida, uma nova eleição indireta deve ser convocada pelo Legislativo da cidade para um mandato-tampão, que dure até as próximas eleições. 

(Foto: reprodução/Instagram Francisco Fagner)

Compartilhar Notícia