/Neymar se destaca ​Bem diferente do confronto na Copa da Liga, o PSG foi amplamente dominante e não teve dificuldades de vencer. Neymar abriu o placar com um golaço: Dani Alves acertou lindo lançamento, o atacante dominou, deu um balão no adversário e tocou na saída do goleiro. O brasileiro também fez o sexto, batendo na saída do goleiro, após driblar a zaga. Mbappé oportunista ​O Guingamp se encolheu no jogo, conforme os gols foram saindo. Mbappé fez o segundo: o atacante tabelou com Neymar e bateu colocado para ampliar. Menos de dez minutos depois, o francês aproveitou vacilo da zaga adversária para marcar o terceiro.

Neymar se destaca ​Bem diferente do confronto na Copa da Liga, o PSG foi amplamente dominante e não teve dificuldades de vencer. Neymar abriu o placar com um golaço: Dani Alves acertou lindo lançamento, o atacante dominou, deu um balão no adversário e tocou na saída do goleiro. O brasileiro também fez o sexto, batendo na saída do goleiro, após driblar a zaga. Mbappé oportunista ​O Guingamp se encolheu no jogo, conforme os gols foram saindo. Mbappé fez o segundo: o atacante tabelou com Neymar e bateu colocado para ampliar. Menos de dez minutos depois, o francês aproveitou vacilo da zaga adversária para marcar o terceiro.

Começou 2019! No estádio Conselheiro Galvão, em Madureira, o Vasco enfrentou o time da casa cheio de caras novas e bateu o adversário por 1 a 0 na estreia da Taça Guanabara. O gol foi marcado por Thiago Galhardo, que começou no banco e entrou no segundo tempo, em um belo chute de fora da área. O Madureira teve boas chances para marcar, mas perdeu as forças depois da expulsão do zagueiro Marcelinho, que fez falta feia em Marrony.

Na primeira partida da temporada, Alberto Valentim fez questão de poupar os atletas que precisam melhorar o condicionamento físico e deu oportunidade a algumas caras novas. Nomes como Cáceres, Claudio Winck, Lucas Mineiro, Danilo Barcelos, Yan Sasse e Ribamar, contratados nesta janela, fizeram sua estreia com a camisa cruz-maltina. Além deles, garotos recém-promovidos da base tiveram a chance de mostrar serviço: Dudu foi titular e Moresche entrou na segunda etapa. Mas, na verdade, quem fez a festa da torcida foi um velho conhecido.

Thiago Galhardo, poupado, começou no banco. No início do segundo tempo, a torcida já impaciente pediu a entrada do camisa 8. Não deu outra: bastou substituir Dudu que o jogo do Vasco fluiu. Logo em seus primeiros toques, recebeu de Marrony na entrada da área e bateu colocado, sem chances para o goleiro, abrindo o placar. Depois, distribuiu jogadas, deu bons passes para Ribamar e comandou a vitória do time visitante. Ganha pontos com Valentim e deve ser titular durante a temporada.

O 1 a 0 no placar foi pouco para o que aconteceu nas quatro linhas. Madureira e Vasco tiveram boas chances para balançar as redes. No primeiro tempo, Luciano Naninho cabeceou no travessão e assustou Fernando Miguel. Na segunda etapa, quem salvou em cima da linha foi o zagueiro Werley. O Vasco também desperdiçou algumas chances com Ribamar e Yan Sasse.

A estreia em Madureira apresentou tudo que o torcedor está acostumado. O calor de quase 40 graus, a festa da torcida, os xingamentos ao árbitro, o vestiário improvisado, gramado esburacado… e um baixo nível técnico dentro de campo. / Lance

Comente com Facebook