Crise na Segurança: Governo pede prorrogação da GLO no Ceará

1 Min. de Leitura

O governador Camilo Santana (PT) solicitou, nesta quarta-feira (26/02)  ao Governo Federal, a prorrogação do Decreto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará. A medida busca a autorização da continuidade da atuação das Forças Armadas na Segurança Pública do Estado, enquanto não se encontra um caminho para solucionar a crise, há nove dias com a paralisação de um grupo de PMs no Ceará.

Ainda não se tem informação do tempo solicitado pelo governador Camilo Santana. Desde a paralisação, já foram afastados 230 policiais por “condutas de transgressão” e 43 policiais militares presos, enquadrados como desertores.

O decreto presidencial que autoriza a GLO no Estado está previsto para se encerrar amanhã (28/02). Do dia 19 deste mês até a última terça-feira (25/02), 195 homicídios já foram registrados no Ceará.

Agora cabe ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidir se atenderá, mais uma vez, ao pleito do governador Camilo Santana, em defesa do povo cearense.

Compartilhar Notícia