Agentes de segurança pública querem restruturação da carreira

1 Min. de Leitura
POSSE DE 218 BOMBEIROS MILITARES;© THIARA MONTEFUSCO/ GOV. DO CEARA;

Policiais civis, militares e bombeiros, querem a reestruturação de suas carreiras, o projeto está em andamento. O governador Camilo Santana terá que colocar na pauta de suas prioridades essa matéria. Em ano eleitoral, principalmente na capital cearense esse setor tem dominado o cenário político. Como 2020 é ano eleitoral, o tema ganha mais força ainda.

A área da segurança pública vem alcançando resultados animadores com quedas frequentes de homicídios e roubos, mas ainda precisa de grande atenção e investimentos para a solução de problemas históricos. Este ano a pauta da segurança volta ao debate político e a população do Estado, tanto na capital como no interior irão avaliar o desempenho dos governantes em relação as suas ações enquanto gestor público.

O projeto de nova reestruturação das carreiras dos profissionais de Segurança Pública, cujas negociações também já estão em andamento e que guarda ainda pontos divergentes a serem solucionados, com o aval da categoria.

O governador Camilo Santana já tem o que mostrar nessa área,  melhorias salariais no caso da PM para diversos profissionais como 1º Tenente (47,8%), capitão (39,4%), subtenente (36,3%), cabo (7,7%) e soldado (3,8%).

 

 

 

Compartilhar Notícia