/Vale-gás começa a ser pago em 9/8 com valor médio do botijão inteiro

Vale-gás começa a ser pago em 9/8 com valor médio do botijão inteiro

Compartilhe!

O pagamento do vale-gás — benefício que ajuda famílias de baixa renda a comprar o botijão de gás de 13 kg — será retomado no dia 9 de agosto. O valor médio do auxílio, que antes era de 50% do botijão, passará a ser integral sobre a unidade.

O aumento do vale-gás foi possível por meio da PEC dos Auxílios, aprovada pelo Congresso Nacional. A medida que turbina o benefício custará R$ 1 bilhão e fará com que as famílias recebam o pagamento de 100% do preço médio nacional do botijão de 13 kg de gás.

O auxílio turbinado será pago nos meses de agosto, outubro e dezembro. O benefício é bimestral. Em 2023, as famílias voltarão a receber o valor médio de 50% do botijão de gás de 13 kg.

Quem tem direito ao vale-gás?

Têm direito ao vale-gás:

famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 606);

famílias com integrante que tenha 65 anos ou mais ou seja portador de deficiência inscrito no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Como o pagamento do vale-gás é feito?

Os pagamentos são feitos de acordo com o calendário do Auxílio Brasil, programa social que substituiu o Bolsa Família, divido pelo final do Número de Identificação Social (NIS).

Veja o calendário abaixo:

Segundo as regras do programa, os cartões e senhas utilizados para o saque do Auxílio Brasil podem ser utilizados para o recebimento do vale-gás.

O saque do benefício também pode ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e terminais de autoatendimento. O benefício pode ainda ser pago em poupança social digital do Caixa Tem./ Metrópoles

Foto: reprodução


Compartilhe!

Comente com Facebook