/O jogo começa agora para o núcleo duro do centro: Doria, Moro e Ciro

O jogo começa agora para o núcleo duro do centro: Doria, Moro e Ciro

Compartilhe!

Por Reginaldo Silva- professor, radialista e jornalista

Com a vitória do governador de São Paulo João Doria, nas prévias do PSDB, fica formado o núcleo duro do centro que tenta evitar a polarização entre Lula e Bolsonaro.

Doria governa a maior capital do País, leva essa grande vantagem em relação aos oponentes devido a visibilidade do cargo, mas terá que se afastar em abril para concorrer à presidência da República. Ciro foi um dos primeiros nomes a se lançar como pré-candidato e tentou marcar o terreno mais cedo, contudo, sua pontuação nas pesquisas eleitorais, ainda parecem estagnadas. Moro por sua vez, que lançou sua pré-candidatura recentemente pelo Podemos, está em caravana pelo País divulgando seu livro para se apresentar como uma alternativa nas eleições do próximo ano, com a bandeira da corrupção a tira colo, mas também com a pecha de juiz parcial na aplicação de sentenças da Lava Jato.

Ciro, Moro e Doria , agora formam o núcleo duro de centro e também o mais intransigente quando se trata de diálogos para unificação de candidaturas, são três personalidades que realmente acreditam que podem chegar a presidente desde que pensaram em entrar na política e tiveram essas pretensões ampliadas depois que viram Bolsonaro chegar ao Palácio do Planalto.

Com o eleitorado dividido em um terço, entre Lula, Bolsonaro e, o nem um nem outro, a união era o único caminho para quebrar essa polarização, porém, caso essa divisão permaneça até o último momento, todos os candidatos de centro correm o risco de serem queimados na fogueira das vaidades e darão ao eleitor brasileiro de brinde, aquilo que mais combateram, a difícil missão de decidir entre Lula e Bolsonaro.

 


Compartilhe!

Comente com Facebook