/Justiça arquiva investigação contra Wesley Safadão por furar fila da vacina

Justiça arquiva investigação contra Wesley Safadão por furar fila da vacina

Compartilhe!

Nesta sexta-feira (26/11), mais um capítulo envolvendo a polêmica Wesley Safadão e a vacina contra o novo coronavírus veio à tona. Segundo informações do site Metrópoles, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) mandou arquivar a investigação criminal tocada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) que apura a vacinação irregular do do cantor, de sua esposa, Thyane Dantas, e da produtora dele, Sabrina Tavares.

Para o veículo, o advogado de Safadão, Willer Tomaz, disse que a acusação contra seu cliente é completamente descabida: “A acusação é completamente descabida e falaciosa, pois tenta incriminar um inocente por um fato que nem sequer configura crime, num malabarismo argumentativo que não tem espaço no campo do Direito Penal e que viola frontalmente os direitos fundamentais mais básicos do cidadão, de não ser investigado por fato que não constitui infração penal”.

“Além de classificar como criminoso um fato que não é descrito na lei penal não criminoso, o Ministério Público ainda exige o pagamento de valores altíssimos e manifestamente desproporcionais para a realização de acordo de não acusação, o que agrava ainda mais o quadro de profunda ilegalidade. O processo está sob sigilo e assim não é possível fornecer maiores detalhes, mas o fato é que não houve crime algum e a decisão liminar da Justiça do Ceará só confirma isso”, finalizou Tomaz.

A decisão de suspender a investigação veio da desembargadora Francisca Adeline Viana, após a defesa de Wesley entrar com um pedido de habeas corpus pedindo o trancamento da investigação.

“Tenho por bem DEFERIR o pleito liminar, para determinar a suspensão parcial do PIC, ou seja, tão somente no que se refere aos pacientes (Safadão, Thyane Dantas e Sabrina Tavares), determinando que as autoridades impetradas se eximam de praticar atos persecutórios em relação aos mesmos”, escreveu Francisca no processo./ISTOÉ


Compartilhe!

Comente com Facebook