/Centrão quer fazer Bolsonaro mudar a chave do discurso e abandonar a tese das fraudes nas urnas

Centrão quer fazer Bolsonaro mudar a chave do discurso e abandonar a tese das fraudes nas urnas

Um bloco de Líderes e dirigentes de partidos do centrão e aliados do governo fizeram apelo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que modere o tom com relação à existência de fraude nas urnas eletrônicas e a defesa do voto impresso.

O mandatário fez uma live na quinta-feira (29/07) com o maior ataque às urnas eletrônicas. A avaliação é que Bolsonaro precisa parar de flertar com ameaças golpistas sob pena de perder mais em popularidade por causa da pecha de radical.

O presidente se comprometeu com congressistas e ministros, inclusive Ciro Nogueira, recém-nomeado chefe para comandar a Casa Civil, a melhorar o discurso.

A transmissão ao vivo teria sido ainda pior, disseram aliados de Bolsonaro, não fosse a intervenção do centrão. O objetivo do mandatário, afirmaram ministros, era atacar com mais contundência os integrantes do Supremo.

Líderes partidários aliados do governo no Congresso disseram que o objetivo é buscar junto ao presidente a reformulação do discurso.

A aposta é que Ciro conseguirá convencer Bolsonaro a virar a chave e falar para a população de que é seguro votar e deixar de lado a tese das fraudes nas urnas.

Uma coisa é a proposta do centrão, outra bem diferente é colocar o presidente na linha, só o tempo vai dizer se Bolsonaro é capaz de atender tal orientação.

(Com informações/FolhaSP)

Comente com Facebook