/Italo Ferreira conquista medalha de ouro na estreia do surfe nas Olimpíadas

Italo Ferreira conquista medalha de ouro na estreia do surfe nas Olimpíadas

Último campeão mundial de surfe, em 2019, Italo Ferreira comemorou muito a conquista inédita, mas sempre deixou claro que não pretendia parar ali. Em 2020, o potiguar já queria o bicampeonato da WSL (World Surf League) e se planejava para perseguir a medalha olímpica na estreia do esporte nos Jogos.

A pandemia da Covid-19 adiou os dois planos em um ano, mas não freou suas ambições. Finalmente em Tóquio-2020 para inaugurar a história do surfe nas Olimpíadas, ele saiu do mar de Tsurigasaki (Japão) nesta terça (27) com o direito de colocar no peito a medalha de ouro.

O primeiro campeão olímpico do surfe é também o primeiro medalhista de ouro do Brasil em Tóquio. Até agora são cinco medalhas, com mais duas de prata (Kelvin Hoefler e Rayssa Leal no skate) e duas de bronze (Daniel Cargnin no judô e Fernando Scheffer na natação).

Natural de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, Italo garantiu a única medalha brasileira no surfe, primeira da modalidade na história das Olimpíadas. Enquanto a cearense de Paracuru Silvana Lima perdeu a disputa nas quartas de final, Gabriel Medina sofreu derrotas na seminifal e na disputa pelo terceiro lugar.

(Foto: AFP)

Comente com Facebook