/Ex-ministro Joaquim Barbosa diz que semipresidencialismo é um salto no escuro

Ex-ministro Joaquim Barbosa diz que semipresidencialismo é um salto no escuro

Nos últimos dias vem ganhando espaço na mídia a possibilidade da adoção do semipresidencialismo no Brasil, com apoio de ministros do Supremo Tribunal Federal com Gilmar Mendes e Luís roberto Barroso, além de intelectuais e do presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL).

Diante das vozes favoráveis e contrárias a medida, quem quebrou o silêncio foi o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa sobre a possibilidade de adoção do semipresidencialismo no Brasil.

Barbosa acredita que mudar o regime de governo para combater crises é uma “aventura” e que os paralelos feitos com o sistema francês não fazem sentido no Brasil. Segundo ele, na França, o semipresidencialismo foi adotado para corrigir um sistema parlamentarista que era uma “balbúrdia”, diferente do presidencialismo adotado no Brasil que vem sendo aprimorado há mais de um século.

O ex-ministro defendeu o sistema brasileiro e diz que ele conferiu estabilidade por longo período ao país e vem conseguindo contornar as crises mais graves, como uma eventual aventura autoritária do atual governo.

Joaquim Barbosa diz ainda que adotar o semipresidencialismo no Brasil “é uma aventura. Um salto no escuro.”

A entrevista do ex-ministro foi concedia a jornalista Mônica Bergamo.

Comente com Facebook