/Fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões, sancionar ou vetar, eis a questão para Bolsonaro

Fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões, sancionar ou vetar, eis a questão para Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou o hospital e deu de cara com uma verdadeira sinuca de bico. A aprovação ou não do fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões.

Ele mesmo já declarou na noite desta segunda-feira (19/07) que não é sua intenção sancionar. “É uma cifra enorme, que no meu entender está sendo desperdiçada, caso ela seja sancionada. Posso adiantar para você que não será sancionada”, disse Bolsonaro em entrevista à TV Brasil.

Bolsonaro e sua turma tem como principal discurso acabar com essas mamatas dos políticos e, esse é um aspecto que é levado a sério pela tropa de choque bolsonarista.

Ocorre, no entanto, que essa articulação para aprovação do fundo eleitoral vem do centrão, principal base de sustentação política do presidente.

Caso Bolsonaro sancione, além de ser escandaloso, o faria perder preciosos pontos com seus apoiadores mais fiéis. Caso venha vetar o fundo eleitoral vai arrumar uma encrenca com quem o sustenta, ou seja, o fundo eleitoral, virou um jogo perde-perde para o presidente.

 

Comente com Facebook