/Bolsonaro sinaliza que não vai sancionar fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Bolsonaro sinaliza que não vai sancionar fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

O presidente Jair Bolsonaro sinalizou nesta segunda-feira (19/07) que não vai sancionar o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada.

“É uma cifra enorme, que no meu entender está sendo desperdiçada, caso ela seja sancionada. Posso adiantar para você que não será sancionada”, disse Bolsonaro, em entrevista à TV Brasil.

Um eventual veto do fundo eleitoral tende a provocar insatisfação do centrão, hoje aliado de Bolsonaro e quem tem sustentado a abertura de dezenas de pedidos de impeachment do presidente no Congresso Nacional.

No final de 2019, poucas horas depois de sinalizar que vetaria o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para 2020, Bolsonaro recuou, argumentando que poderia ser alvo de um processo de impeachment se modificasse o valor do fundo.

Diante da experiência já vivenciada é melhor aguardar o desfecho final do fundo eleitoral, que poderá ser derrubado pelo presidente, que por sua vez, também pode ter o veto presidencial novamente derrubado pelo Congresso.

Comente com Facebook