/Eunício Oliveira diz que vai disputar as eleições do ano que vem, descarta Roberto Cláudio e mostra afinidade com o ex-presidente Lula

Eunício Oliveira diz que vai disputar as eleições do ano que vem, descarta Roberto Cláudio e mostra afinidade com o ex-presidente Lula

Por Reginaldo Silva

O ex-senador Eunício Oliveira (MDB) se movimenta no tabuleiro político do Estado. Em entrevista concedida à rádio Educadora de Crateús nesta segunda-feira (28/06), ele confirmou que vai em busca de mandato nas eleições do próximo ano, descartou qualquer tipo de aliança com o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, (PDT), liderado dos Ferreira Gomes e mostrou que está afinado com o ex-presidente Lula.

Na entrevista, o ex-presidente do Congresso Nacional fez um histórico do rompimento com a família Ferreira Gomes, criticou o ex-juíz Sérgio Moro, falou dos investimentos que trouxe para o Estado do Ceará no período em que ocupou a presidência do Senado, lamentou a paralização das obras do Lago de Fronteiras em Crateús, demonstrou uma queixa do ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, disse que não tem pressa para se lançar candidato porque a corrida é longa e ainda revelou que vem conversando com o ex-presidente Lula para tomar decisões afinadas.

Eunício disse ainda que não tem problemas em levar o MDB para apoiar uma futura candidatura de Capitão Wagner (Pros), ao governo do Estado, já foram aliados na eleição para prefeito de Fortaleza, contudo, isto dependerá da conjuntura política do momento. Segundo ele, é preciso paciência para tomada de decisões, citando as indefinições que ainda pairam em relação ao próprio governador Camilo Santana (PT).

Eunício demonstrou uma certa queixa do comportamento do ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) por ocasião da eleição em que ele concorreu a reeleição para o Senado e foi enfático dizendo que o único candidato em que não teria a menor possibilidade de se aliar seria o ex-prefeito de Fortaleza.

Eunício não revelou se seria candidato a governador, senador ou deputado federal, ele estrategicamente aguarda as movimentações no tabuleiro político para se posicionar, no entanto, externou o desejo de um dia presidir a Câmara dos Deputados, dando pistas de que poderá concorrer ao cargo, caso não haja outra alternativa.

Eunício e outras lideranças políticas do Ceará ainda aguardam uma definição do posicionamento do governador Camilo Santana que se tornou uma espécie de “Rei” no tabuleiro do xadrez eleitoral, todos se movimentam de olho na posição de quem tem a coroa.

(Foto: reprodução-Instagram)

 

 

Comente com Facebook