/Ex-mulher de Kaká revela motivo da separação: ‘Não me sentia feliz’

Ex-mulher de Kaká revela motivo da separação: ‘Não me sentia feliz’

Carol Celico respondeu algumas perguntas dos fãs em um novo vídeo. A influencer falou de diversos assuntos de sua vida pessoal, incluindo detalhes sobre sua vida sexual e o fim do seu casamento com o ex-jogador Kaká. Os dois são pais de Luca, de 13 anos, e Isabella, de 10.

“[Me separei] porque não me sentia feliz, nem realizada. Precisei tomar uma decisão difícil depois de muitos anos tentando me sentir melhor. E, no final, a própria decisão me fez viver experiências que me fizeram crescer, amadurecer, me amar mais para, aí sim, poder me sentir livre para amar e ser amada. Não foi fácil, mas deu tudo certo, graças a Deus”, explicou ela.

Uma pessoa quis saber se Carol vivia da pensão do ex e ela garantiu que não. “Nunca recebi pensão. Fizemos um acordo amigável, sem briga. Evitamos conflitos contratando um mediador (advogado único, especialista em solução de conflitos) e sempre pensamos na saúde das crianças e na estabilidade e paz que queríamos passar por isso. Isso ajudou nosso relacionamento como pais e evitou discussões Também me fez sentir mais autônoma e segura para ser mãe solteira e não buscar dependência em ninguém”, disse.

Carol lembrou que seus pais tentaram convencê-la a não casar tão nova, já que ela tinha 18 anos e Kaká, 23, e que se fosse mais velha talvez a chance de se divorciar seria menor, e contou ainda se daria uma nova chance ao jogador, caso eles estivessem solteiros — atualmente, ela está noiva do empresário Eduardo Scarpa; enquanto Kaká se casou com Carol Dias, com quem tem uma filha, Esther, de 8 meses.

“Acredito que não. O que não deu certo em um momento, depois de muitas tentativas, é muito difícil de dar certo depois. Acho que o desespero de não encontrar alguém, não estar bem consigo mesma, e achar que a única opção é voltar com o ex é normal. Já experimentei o sentimento sim. Vejo muitas mulheres vivendo essa situação, ainda mais quando as crianças pedem ou quando o ex insiste. Continuo dizendo que nada vai resolver seus problemas. Não é mais dinheiro, não é encontrar alguém, não é ter filhos. E sim estar bem com você. Aí, tudo se ajeita”, ensinou.

Carol falou até de assunto mais íntimos, como seu primeiro beijo aos 12 anos, que já fumou cigarro — por achar ‘chique’ — e até com quantos homens já teve relação sexual. “Eita! ‘Bora’ quitar a curiosidade de vocês. Com três”, contou.

A empresária relatou ainda que já foi traída, mas por um ‘namoradinho’ quanto era mais nova e por um rapaz quando ficou solteira, antes de conhecer o noivo. “Descobri que a pessoa ficava com várias ao mesmo tempo. Foi a melhor universidade que tive para relacionamentos modernos”, brincou./ISTOÉ

Comente com Facebook