/Hemoce disponibiliza agendamento para doação de sangue durante pandemia de coronavírus

Hemoce disponibiliza agendamento para doação de sangue durante pandemia de coronavírus

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), desde o inicio da pandemia, em março de 2020, adotou uma série de medidas para garantir a segurança dos doadores e desde então vem reforçando os cuidados para evitar aglomerações nas unidades de coleta. Através do link: hemoce.reservio.com, o cidadão poderá escolher o local e horário disponível para realizar a sua doação. O agendamento também pode ser feito pelo telefone (85) 3101.2305 e pelo WhatsApp no número (85) 3101.2296.

As doações com hora marcada permitem maior controle no fluxo de pessoas nos postos e evita aglomerações. Após finalizar o agendamento, o doador recebe no e-mail cadastrado uma confirmação, que pode eventualmente ser apresentada aos agentes de fiscalização para justificar a saída de casa.

Além da ferramenta que possibilita o agendamento e evita possíveis aglomerações, o Hemoce também adotou medidas de prevenção nas unidades como a disponibilização do álcool em gel logo na entrada e o distanciamento entre as cadeiras para evitar a propagação do vírus e garantir maior segurança a profissionais e doadores.

O órgão ainda ampliou os locais de coleta em Fortaleza como no interior do Estado e o horário de atendimento, afim de garantir o melhor acesso do doador.

Segundo a coordenadora da captação de doadores de sangue do Hemoce, Nágela Lima, o ano de 2020, em que se iniciou a pandemia, se comparado à 2019, teve uma perda de 8% no número de candidatos a doações, mas essa redução não chegou a afetar o estoque.

“Nós mantivemos o estoque durante todo o ano de 2020 como até o presente momento dentro da margem de segurança transfusional. Inclusive em alguns momentos do ano passado nós enviamos sangue para outras capitais como São Paulo, Belo Horizonte, ajudando os hemocentros que estavam em situação delicada e isso só foi possível devido à solidariedade do povo cearense que manteve as doações, ressalta.

Sua doação, salva vidas

Para ser um doador de sangue, é preciso estar saudável, bem alimentado, ter mais de 50 kg, ter entre 16 a 69 anos de idade e portar um documento oficial e original com foto. Os menores de 18 anos devem apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsáveis. O termo está disponível para download no site do Hemoce.

“Essas doações precisam continuar regulares, a solidariedade não pode ficar em quarentena. Então pedimos que a população continue com as doações para que a gente possa manter o estoque dentro do nível de segurança”, pediu Nágela.

Com apenas uma bolsa de sangue, é possível salvar até quatro vidas, já que o sangue doado é dividido em diferentes componentes. Os homens podem doar a cada dois meses e, no máximo, quatro vezes por ano. Já as mulheres têm a possibilidade de doar a cada três meses, desde que totalizem até três doações por ano. / cmfor.ce

Foto: Reprodução

Comente com Facebook