/Classe política se solidariza com o governador Camilo Santana após ameaça de morte e cobram rigorosa investigação sobre o fato

Classe política se solidariza com o governador Camilo Santana após ameaça de morte e cobram rigorosa investigação sobre o fato

O governador Camilo Santana (PT)  depois de sofrer ameaça de morte em grupos de WhatsApp recebeu apoio da classe política que pede rigorosa investigação sobre o fato. A Polícia Civil já está investigando o caso. Camilo Santana (PT) falou sobre o episódio durante transmissão ao vivo nas redes sociais na noite desta segunda-feira (29/03). “Vou continuar agindo da mesma forma, estou com a consciência em paz”, ponderou o governador.  

O prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira usou as redes sociais para dizer que as ameaças ao governador, representam um ataque a sociedade e ao estado democrático de direito e pediu rigorosa investigação sobre o caso e que os autores sejam responsabilizados pela conduta criminosa.

O Senador Cid Gomes (PDT) disse que esse crime precisa ser rigorosamente apurado e os responsáveis devem ser punidos.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará chamou os ataques ao governador Camilo Santana de ameaças covardes, ressaltando que o negacionismo e o ódio jamais serão mais fortes que a coragem e a determinação para salvar vidas.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antonio Henrique elogiou o desempenho do governador na condução dos trabalhos de enfrentamento a pandemia e disse; “É inadmissível que pequenos grupos promovam ataques ao governador, disseminando ódio e intolerância nas redes. Ao contrário disso, o momento exige união de todos contra a Covid-19. Quero me solidarizar com o governador e demonstro aqui o meu repúdio a toda tentativa de intimidar as autoridades a fazer o seu papel neste momento, que é salvar vidas.” destacou o parlamentar.

Nesta terça-feira (30/03) espera-se uma manifestação maior por parte dos parlamentares tanto na Assembleia Legislativa do Ceará quanto na Câmara Municipal de Fortaleza em relação as amaças de morte ao governador. Vários deputados federais também se manifestaram sobre o assunto considerando que o episódio deve ser rigorosamente investigado e os responsáveis punidos.

Comente com Facebook