/Gerson, volante do Flamengo, acusa adversário de racismo em jogo contra o Bahia

Gerson, volante do Flamengo, acusa adversário de racismo em jogo contra o Bahia

Após a vitória do Flamengo sobre o Bahia por 4 a 3, o meio-campista Gerson, do clube rubro-negro fez uma forte acusação contra Índio Ramírez, do Bahia, no Maracanã, na partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. De acordo com o volante do Flamengo, o adversário colombiano praticou injúria racial em meio a uma forte discussão. 

Na entrevista ao canal Premiere depois de comentar o comportamento do time do Flamengo na virada da partida, Gerson relatou o episódio: “Quero falar uma coisa: tenho muitos jogos como profissional e nunca vim falar nada porque nunca sofri esse preconceito. Quando tomamos um gol, o Bruno Henrique ia chutar uma bola, o Ramirez reclamou e fui falar com ele, que disse: ‘Cala a boca, negro’. Eu nunca sofri. Mas isso eu não aceito. Eu nunca falei de treinador. O Mano tem que saber respeitar as pessoas. Estou vindo falando em nome de todos os negros do Brasil”, enfatizou Gerson.

“Mano até falou ‘Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves te atropelou e você não falou nada’. Claro, porque teve respeito entre eu e ele. Eu nunca falei de treinador, mas o Mano tem que saber respeitar. Estou vindo falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil”, Finalizou Gerson.

Logo depois do resultado da partida o treinador Mano Meneses foi demitido do Bahia, ainda não se sabe se sua demissão teve relação com o caso apresentado por Gerson.

(Foto: reprodução)

Comente com Facebook