/Maia consulta oposição, mas continua o impasse na escolha do nome para presidir a Câmara

Maia consulta oposição, mas continua o impasse na escolha do nome para presidir a Câmara

Rodrigo Maia (DEM-RJ), continua pressionado pelos partidos de oposição ao presidente Jair Bolsonaro para definir o quanto antes o nome que vai disputar a presidência da Câmara. Ele decidiu nesta segunda-feira (14/12), consultar partidos de oposição ao governo, como o PT e o PC do B, antes de anunciar o candidato que apoiará para a sua sucessão, em fevereiro de 2021. O favorito de Maia é o deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB), mas o nome enfrenta resistências internas, principalmente por parte de Baleia Rossi (MDB-SP), que também sonha com o cargo.

O bloco montado por Maia reúne seis partidos (PSL, DEM, MDB, PSDB, Cidadania e PV) e aproximadamente 157 deputados. Já o  candidato do Progressistas, Arthur Lira (AL) afirma, por sua vez, ter cerca de 170 votos de nove siglas –Progressistas, PL, PSD, Solidariedade, Avante, PSC, PTB, Pros e Patriota. Chefe do Centrão, Lira tem o respaldo do Palácio do Planalto.

Por enquanto, ainda não existe um consenso, Maia segue nas articulações para tentar fechar com o bloco de oposição ao governo de Jair Bolsonaro, com medo de lançamento de uma chapa de terceira via, o que garantiria a vitória do candidato apoiado pelo Palácio do Planalto.

 

Comente com Facebook