/Governadores consideraram Dória “arrogante” na reunião com ministro da Saúde

Governadores consideraram Dória “arrogante” na reunião com ministro da Saúde

Os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), Camilo Santana (PT-CE), Renato Casagrande (PSB-ES) e Eduardo Leite (PSDB-RS), também demonstraram insatisfação com o ar de “arrogância ” do governador João Dória de São Paulo na reunião desta terça-feira (08/12) com o ministro Eduardo Pazuello (Saúde) para discutir o calendário de vacinação contra a Covid-19.

Para os presentes, Doria agiu com “arrogância” no encontro, ao impor sua fala antes dos demais e a estabelecer, sem diálogo, a vacinação para o Estado de São Paulo em 25 de janeiro.

” O ministério da Saúde não pode abrir espaço para nenhum estado querer se arvorar na frente de outro”, disse Ronaldo Caiado

“Não posso admitir que um prefeito do meu estado tenha sido convidado para se cadastrar no governo de São Paulo para receber a vacina. Como pode São Paulo dizer que em 25 de janeiro inicia a vacinação e que quem for para São Paulo vai ser vacinado? Isso é um constrangimento para nós, governadores. Nós por acaso somos incompetentes? Essa situação é prerrogativa do Ministério da Saúde”, destacou o governador de Goiás.

A maioria dos governadores querem que o ministério se comprometa em adquirir a primeira vacina que tenha a eficácia comprovada e centralize a distribuição, para evitar que haja desigualdade no acesso a vacina.

Comente com Facebook