/Camilo quer que estrangeiro no Ceará faça mesmos testes feitos em brasileiro no Exterior

Camilo quer que estrangeiro no Ceará faça mesmos testes feitos em brasileiro no Exterior

Os turistas estrangeiros que chegarem ao Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, já terão que ter realizado obrigatoriamente o exame de Covid-19 antes do embarque para o Brasil. É o que solicita o governador Camilo Santana, em ofício emitido na noite dessa segunda-feira (19/10), ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. A proposta tem base no princípio de reciprocidade, de acordo com o Direito Internacional Público. O documento foi enviado após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se negar a testar passageiros em solo cearense.

O chefe do Executivo explicou, nesta terça-feira (20/10), nas redes sociais, que a decisão é para garantir “mais segurança para os cearenses, prevenindo que nosso aeroporto seja porta de entrada de um novo surto de Covid”, escreveu.

Na postagem, o governador explica, utilizando textos e notícias do O POVO, que a decisão de solicitar a reciprocidade internacional é uma resposta à negativa da Anvisa. No sábado (17/10), ofícios foram emitidos ao Governo Federal solicitando reforço nas ações de controle sanitário realizadas no Pinto Martins, diante do aumento de casos da Covid-19 em países europeus e nos Estados Unidos (EUA).

Na negativa, a Anvisa explicou que não recomenda a realização de testes nas instalações aeroportuárias, com base em orientações técnicas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. A Avisa informou ainda que as medidas são pautadas diante do que é estabelecido no Plano de Contingência de Emergências de Saúde Pública de Interesse Nacional e Internacional – ESPII.

Camilo Santana ressaltou que, se a medida passar a valer, os turistas continuarão sendo “muito bem recebidos no Ceará”, mas que seria garantida segurança sanitária.

(Cominformações/OPovo)

Comente com Facebook