/Contra Bragantino no Z-4, Flamengo pode assumir ponta do Brasileiro

Contra Bragantino no Z-4, Flamengo pode assumir ponta do Brasileiro

Em 2019, o Flamengo assumiu a liderança da Série A do Campeonato Brasileiro na 16ª rodada, para não perdê-la mais. Nesta quinta-feira (15/10), o Rubro-Negro tem a oportunidade de tomar a ponta da competição deste ano, também na 16ª rodada. Em terceiro, com 30 pontos, o atual campeão recebe o Red Bull Bragantino no Maracanã, às 20h (horário de Brasília), e pode se tornar o líder em caso de vitória.

O time carioca se beneficiou do empate do líder Atlético-MG com o Fluminense, por 1 a 1, na última quarta-feira (14/10). O Galo foi a 31 pontos. É a mesma pontuação do Internacional, que bateu o Sport por 5 a 3, mas os mineiros ficam à frente por terem uma vitória a mais.

O técnico Domenèc Torrent deve promover várias mudanças na equipe, que faz o segundo de três jogos em um intervalo de apenas seis dias. Sem os laterais João Lucas (contundido) e Filipe Luís (suspenso), o meia Giorgian De Arrascaeta e os atacantes Gabriel (ambos lesionados) e Pedro Rocha (recondicionamento físico), ele tem a volta do meia Diego, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Goiás, por 2 a 1, na terça-feira (13/10).

O meia Everton Ribeiro e o zagueiro Rodrigo Caio, que estavam com a seleção brasileira, e o lateral Maurício Isla, convocado para a seleção chilena, também retornam, mas a presença deles no time titular é incerta. Eles estiveram em campo na terça, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Isla foi titular do Chile no empate com a Colômbia, por 2 a 2, enquanto a dupla brasileira foi acionada na vitória por 4 a 2 sobre o Peru.

A luta do Bragantino é outra. A equipe do interior paulista é a penúltima, com 12 pontos. Com quatro de diferença para o Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Massa Bruta segue no Z-4 mesmo que surpreenda o Flamengo. A expectativa do clube, que retornou à primeira divisão após 22 anos, era brigar na metade de cima da tabela, ainda mais após os cerca de R$ 80 milhões investidos em contratações, com suporte da parceira Red Bull.

Se o Rubro-Negro vem de quatro vitórias seguidas, o Braga não sabe o que é ganhar pelo mesmo período. Na rodada passada, os paulistas perderam de virada para o Atlético-GO, por 2 a 1. Para o duelo no Rio, o técnico Maurício Barbieri está sem os atacantes Artur, Alerrandro e Wesley, todos com dores musculares, e os meias Thonny Anderson (recondicionamento físico) e Lucas Evangelista, isolado após ter contraído o novo coronavírus (covid-19)./AB

Comente com Facebook