/Nordeste gerou produção agrícola de R$ 42,4 bilhões em 2019

Nordeste gerou produção agrícola de R$ 42,4 bilhões em 2019

O Nordeste registrou produção agrícola de R$ 42,4 bilhões em 2019, ficando na quarta colocação nacional. O destaque regional é da Bahia, estado com maior valor da produção na região, de R$ 19,3 bilhões. A soja foi o principal produto devido aos plantios no Maranhão, no Tocantins, no Piauí e na Bahia. A cana-de-açúcar, que ainda possui grande presença regional, vem em segundo lugar.

Os dados foram publicados nesta quinta-feira (01/10) de outubro, no relatório de Produção Agrícola Municipal (PAM) 2019. Algodão herbáceo, milho e banana são outros produtos com destaque na região nordestina. O município baiano São Desidério foi o que teve o maior valor da produção, com R$ 3,2 milhões. Ao todo, a PAM analisou informações sobre 64 produtos em todo o País.

Em 2019, a produção agrícola nacional atingiu novos recordes mais uma vez. O valor da produção das principais culturas do País atingiu R$ 361,0 bilhões, com um crescimento de 5,1% em relação ao ano anterior.

A região Centro-Oeste alcançou o maior valor da produção agrícola nacional, com R$ 107,9 bilhões, 12,2% superior ao do ano anterior, sendo a soja a principal lavoura, seguida do milho e da cana-de-açúcar.

O destaque regional foi Mato Grosso, com a geração de R$ 58,4 bilhões, grande parte devido à soja, seu principal cultivo. O município de Sorriso (MT) alcançou o maior valor da produção agrícola regional, R$ 3,9 bilhões, tendo a soja como principal cultura.

A segunda maior produção do País ficou por conta da região Sudeste, com R$ 97,6 bilhões, com alta de 2,1%, sendo cana-de-açúcar o produto de destaque e São Paulo o estado líder no cenário regional, com produção de R$ 55,5 bilhões. Unaí, município de Minas Gerais, registrou o maior valor da produção agrícola regional, gerado, principalmente, pelas culturas de soja e milho.

O Sul teve valor da produção de R$ 91,6 bilhões, com acréscimo de 1,7%. Guarapuava, no Paraná, registrou o maior valor da produção agrícola da região, gerando R$ 772, 8 milhões, tendo a soja como o seu cultivo principal.

Com a menor produção agrícola nacional, de R$ 21,4 bilhões, no Norte, a soja também se destacou como o principal cultivo agrícola, principalmente pelo aumento de seu plantio no Pará e em Rondônia.

O Pará teve o maior valor da produção agrícola da região, sendo o açaí como principal cultura, cabendo destaque para o município de Igarapé-Miri, que demonstrou o maior valor da produção regional, R$ 891,0 milhões.

Confira outros dados sobre os principais produtos do Nordeste em 2019:

Soja

Colheita: 3.328,525 hectares
Quantidade produzida: 5.734,852 toneladas
Valor da produção: R$ 11.532,988

Cana-de-açúcar

Colheita: 879.056 hectares
Quantidade produzida: 51 636 655 toneladas
Valor da produção: R$ 4.230,469

Algodão herbáceo

Colheita: 378.589 hectares
Quantidade produzida: 1 660 829 toneladas
Valor da produção: R$ 4.123,500

Milho

Colheita: 2 308 872 hectares
Quantidade produzida: 6 791 217 toneladas
Valor da produção: R$ 3.892,730

Banana

Colheita: 180.220 hectares
Quantidade produzida: 2.332,671 toneladas
Valor da produção: R$ 2.391,020

(Cominformações/OPovo)

Comente com Facebook