/Angélica volta a falar da possibilidade de ser primeira-dama: “Não vou impedir”

Angélica volta a falar da possibilidade de ser primeira-dama: “Não vou impedir”

Angélica voltou a falar sobre a possibilidade de ser primeira-dama. Em uma entrevista ao Estadão, a apresentadora disse que, caso seu marido, o apresentador Luciano Huck, se candidate à presidência do Brasil em 2022, ela irá apoiá-lo.

“Realmente, acho que a gente pode fazer pelo outro, eu acredito nisso. Acho que uma forma maior disso, que é você ser um presidente da República, ter um cargo público, também é incrível, é um altruísmo gigantesco, porque você abre mão de muita coisa. No caso do Luciano, ele não precisa disso a não ser por uma questão de querer ver as coisas melhores no país. Não precisa trabalhar o ego dele, ele é uma pessoa pública bem-sucedida. Isso é meio destino, se tiver que acontecer, não vou impedir, não vou ser essa pessoa. Se eu tiver que estar do lado dele nessa situação, vou estar também. E feliz, e fazendo o que puder, como cidadã e como uma pessoa que quer ver um mundo melhor para os próprios filhos”, contou.

Na sabatina, a loira ainda falou do seu retorno à TV. No dia 10 de outubro estreia seu novo programa, na TV Globo, o “Simples Assim”: “O programa vai trabalhar com temas: fé, vaidade, amor, dinheiro, família, felicidade. Não é baseado na minha vida, é baseado em pesquisa, no que as pessoas mais buscam hoje. Essa busca pela felicidade passa por onde? A gente abre o programa mostrando o tema, aí temos dois quadros. As esquetes intercalam esses quadros, são muito curtas.”

Comente com Facebook