/Brasil completa dez semanas de transmissão acelerada do novo coronavírus

Brasil completa dez semanas de transmissão acelerada do novo coronavírus

Pela décima semana consecutiva, a taxa de contágio de coronavírus no Brasil mostrou que a epidemia continua se acelerando no país, segundo cálculos desta semana divulgados pelo centro de acompanhamento de doenças infecciosas do Imperial College, um dos principais do mundo.

Com base no número de mortes relatadas, a universidade também calcula que o número de brasileiros que contraíram seja o triplo do confirmado, superando 4,36 milhões.

A taxa de contágio, também chamada de Rt, indica para quantas pessoas na média cada infectado com o coronavírus transmite o patógeno. O número mais recente calculado para o Brasil é de 1,03, ou seja, cada 100 habitantes contagiam outros 103, que por sua vez transmitem o vírus a outras 106,1 e assim por diante, fazendo com que a doença se espalhe com velocidade crescente.

Além de no Brasil, a pandemia está acelerando na Argentina (1,37), na Bolívia (1,23) e na Colômbia (1,45). No total de 57 países acompanhados, 30 apresentam taxa de contágio acima de 1 (os Estados Unidos não fazem parte do relatório).

Comente com Facebook