/Ciro chama Damares Alves de “bandida nazifascista”

Ciro chama Damares Alves de “bandida nazifascista”

O presidenciável do PDT, Ciro Gomes no seu velho e bom estilo, chamou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves de “bandida nazifascista”. Ciro alega ainda que a ativista Sara Winter tem ligações com Damares Alves, o homem que bateu em uma enfermeira era funcionário dela, bem como pessoas ligadas ao motim no Ceará que culminou com uma pessoa atirando em seu irmão senador Cid Gomes (PDT) também teria ligações com a ministra de Bolsonaro. 

“Essa bandida dessa Damares — que eu sei bem o que estou dizendo –, é uma bandida nazifascista. É uma bandida. Sabe essa nazistinha (Sara Winter) que financia esse acampamento 300, tudo uma coisa copiada dos neonazistas da Ucrânia? Onde ela serviu — vou ficar aqui numa expressão mais cavalheiresca — por módicos tostões ucranianos? Essa menininha era assessora da Damares. O cara que veio insuflar as milícias aqui, que deram um tiro no peito do meu irmão, era funcionário da Damares. Aquele outro que bateu numa enfermeira, na frente do palácio (do Planalto) também funcionário fantasma da Damares. Ou seja, a Damares é uma bandida que está se prestando a esse serviço, para os filhos bandidos e a quadrilha do Bolsonaro, para pagar o ativismo nazifascista. Tô dizendo. As pessoas acham, às vezes, que sou muito duro, mas a gente tem que se precatar. É uma bandida perigosa,” relata Ciro Gomes.

A ministra dos Direitos Humanos respondeu, informando que vai processar Ciro Gomes.As informações são da coluna Radar da revista Veja.

Comente com Facebook