/Camilo diz que saída de segundo ministro da Saúde traz “insegurança e preocupação”

Camilo diz que saída de segundo ministro da Saúde traz “insegurança e preocupação”

O governador Camilo Santana (PT) criticou nas redes sociais a exoneração do agora ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, com menos de um mês de mandato. “É inadmissível que, diante da gravíssima crise sanitária que vivemos, o foco do Governo Federal continue sendo em torno de discussões políticas e ideológicas”, escreveu o chefe de Estado.

Teich tomou posse em 17 de abril, substituindo o então ministro Luiz Henrique Mandetta. Dessa forma, essa é a segunda saída de um ministro da Saúde em meio à pandemia da Covid-19, que já deixou 13.933 mortos e soma mais de 200 mil infecções no País.

Confira a publicação do governador:

Comente com Facebook