/Camilo requisita hospital desativado para atender os casos de coronavírus em Fortaleza

Camilo requisita hospital desativado para atender os casos de coronavírus em Fortaleza

Depois de anunciar  nesta quinta-feira (12/03) um aporte de R$ 45 milhões para expansão da rede hospitalar do Estado com o objetivo de combater o coronavírus no Ceará, o governador Camilo Santana (PT) baixou uma Portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (13/03), requisitando a cessão do Hospital Leonardo da Vinci, unidade particular de Fortaleza, para ser administrado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e atuar como referência de tratamento de casos de coronavírus.

A unidade hospitalar fica Localizada no centro da cidade e conta com cerca de 200 leitos.

A unidade de saúde abrigará os 230 leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) anunciados como retaguarda para o tratamento de casos suspeitos e eventuais confirmações do novo coronavírus (Covid-19) na Capital.

Comente com Facebook