/Apoio de Bolsonaro a protestos de 15 de março pode ser retaliação a Maia

Apoio de Bolsonaro a protestos de 15 de março pode ser retaliação a Maia

Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha dito no sábado (07/03) que os protestos do dia 15 de março não são anti-Congresso, eles foram convocados originalmente com pautas contra o Legislativo e o Supremo Tribunal Federal.

Um dia antes de ter chamado a população para ir aos protestos de 15 de março, o presidente Jair Bolsonaro reclamou com parlamentares, em conversas privadas, sobre a postura de Rodrigo Maia (DEM-RJ), de criticar o Executivo. O presidente da Câmara disse na semana passada que o governo afasta investidores e atrasa reformas. Isso reforçou a leitura de líderes partidários de que o estímulo de Bolsonaro aos atos, que criticam o Congresso, foi também uma resposta a Maia.

 

Comente com Facebook