/Bolsonaro limita poderes de Onyx na Casa Civil

Bolsonaro limita poderes de Onyx na Casa Civil

Compartilhe!

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no Twitter nesta quinta-feira (30/01); “tornar sem efeito a admissão do servidor Santini, exonerar o interino da Casa Civil e passar a PPI da Casa Civil para o ministério da Economia”. A decisão anunciada pelo presidente em redes sociais pegou de surpresa o ministro Onyx Lorenzoni que interrompeu suas férias e está de volta ao Brasil nesta sexta-feira (31/01).

Onyx disse a aliados nesta quinta (30/01) ter ficado surpreso com a decisão de Jair Bolsonaro de retirar a gestão do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) da alçada de sua pasta e esvaziar ainda mais seus poderes. Ele afirmou que precisava conversar com o chefe para compreender o objetivo dele ao enfraquecê-lo. Integrantes da cúpula do DEM, partido do ministro, viram no gesto um golpe duro e desleal e defendem que o correligionário peça para sair.

Apesar de não ter relação direta com o esvaziamento da pasta, Onyx também disse que vai tentar se afastar da polêmica envolvendo o agora ex-secretário Vicente Santini, exonerado da Casa Civil após ter voado em uma aeronave da FAB. O ministro afirmou a colegas que não sabia que o funcionário pegaria um jato da força aérea para ir à Índia.


Compartilhe!

Comente com Facebook