/TJCE vai implantar sistema de unificação de informações das Varas de Execução Penal do País

TJCE vai implantar sistema de unificação de informações das Varas de Execução Penal do País

Magistrados e servidores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estiveram reunidos nesta quarta-feira (23/10), no Gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), trabalhando para implantar o Sistema Eletrônico de Execução Unificada (SEEU), que reunirá informações de todas as Varas de Execução Penal do País. O Poder Judiciário cearense será o próximo a receber a ferramenta e espera implantar o sistema ainda este ano.

Uma equipe do CNJ apresentou o SEEU aos servidores da área de Tecnologia da Informação (TI) do TJCE e do Fórum Clóvis Beviláqua. A explanação foi feita pela titular da 1ª Vara de Execução Penal de Curitiba, juíza Ana Carolina Bartolamei Ramos. “O programa foi pensado para agilizar a execução penal, para que se tenha total domínio do que acontece dentro do sistema. Eu já trabalho com a ferramenta, e como juíza, tenho a tranquilidade de saber o que acontece, o que vai vencer, quando será a progressão, tenho domínio sobre todas as pessoas presas. Tem a questão prática de atingir o problema da lotação e da violação de direitos humanos e também facilita o trabalho do judiciário”, explicou.

Para o presidente do Tribunal, desembargador Washington Araújo, a implantação do sistema é muito importante porque é uma ferramenta “confiável, estável e automatizada”.

O coordenador do SEEU, desembargador do Estado do Paraná, Marcelo Gobbo Dalla, citou algumas vantagens que o sistema trará ao Judiciário estadual. “O cálculo automatizado de pena, a possibilidade de o juiz ter alertas sobre benefícios de presos, a visão global sobre o sistema de execução penal, além de ver os processos, de todos os réus e emitir certidões automatizadas. É um ganho enorme de tempo e de precisão,” declarou.

Comente com Facebook