/Com nova gestão da Caixa, Nordeste recebe apenas 2,2% dos empréstimos

Com nova gestão da Caixa, Nordeste recebe apenas 2,2% dos empréstimos

A Caixa reduziu a concessão de novos empréstimos para o Nordeste  neste ano, mostra levantamento feito com base nos números do próprio banco e do sistema do Tesouro Nacional.

Em 2019, até julho, o banco autorizou novos empréstimos no valor de R$ 4 bilhões para governadores e prefeitos de todo o País. Para o Nordeste, foram fechadas menos de dez operações, que juntas totalizam R$ 89 milhões, ou cerca de 2,2% do total – volume muito menor do que em anos anteriores.

No ano passado, a região recebeu R$ 1,3 bilhão, o equivalente a 21,6% dos R$ 6 bilhões fechados pela Caixa em operações para governos regionais. Em 2017, o banco contratou R$ 7 bilhões, dos quais R$ 1,3 bilhão foi direcionado para governadores e prefeitos nordestinos (18,6% do total).

Para justificar a queda na participação do Nordeste no total de empréstimos aprovados para Estados e municípios neste ano, a Caixa afirmou que as contratações das operações apresentam ‘sazonalidade ao longo do exercício’ e também variação ano a ano, dependendo ainda do número de pleitos recebidos. O banco ressaltou ainda que a aprovação depende ainda das câmaras municipais e assembleias legislativas, além da Secretaria do Tesouro Nacional, entre outros ritos.

O banco disse ainda que o presidente, Pedro Guimarães e membros da alta gestão visitaram todos os Estados do norte do País e já estiveram em seis estados do Nordeste: Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. O banco afirmou que, “tendo observado a crise pela qual passam alguns Estados e municípios, inclusive das regiões Norte e Nordeste”, que estão com problemas de endividamento, oferece assistência técnica gratuita que “acompanha e orienta o ente na equacionalização da saúde financeira.” / AE

Comente com Facebook