/CONFIRMADO: servidores de Nova Russas pressionam e prefeito anuncia pagamento de RPVs

CONFIRMADO: servidores de Nova Russas pressionam e prefeito anuncia pagamento de RPVs

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Nova Russas, (SISPNOR), professora Sonia Frota, denunciou nesta segunda-feira (29/07), o descumprimento das datas de pagamento do acordo Judicial dos Recursos de Pequenos Valores (RPVs) da Educação referentes a dezembro de 2008.

Ficou definido perante a Justiça, o pagamento de R$ 1.203. 311,83 (Um milhão, duzentos e três mil, trezentos e onze reais e oitenta e três centavos), aos servidores da área da Educação. Em fevereiro e abril foram pagas duas parcelas e o restante no valor de R$ 797. 933, 39 (setecentos e novena e sete mil e novecentos e trinta e três reais e trinta e nove centavos) seriam pagos em seis parcelas de igual valor, sempre no dia 10 de cada mês, iniciando em maio, com a conclusão prevista para outubro de 2019.

Nos últimos dois meses, a gestão do prefeito Rafael Pedrosa vem descumprindo com o pagamento dessas datas. A parcela do mês de Junho, a prefeitura iniciou os depósitos nos dias 13 e 14 de julho, data em que já deveria estar sendo pago o próprio mês de julho.

A direção do Sindicato dos Servidores Públicos de Nova Russas anunciou que estaria indo a Justiça nesta segunda-feira pedir o bloqueio dos recursos para garantir o pagamento dos servidores. A direção da entidade reiterou ainda que além das parcelas em atraso dos pagamentos de dezembro de 2008, também existe uma parcela em atraso do acordo de dezembro de 2012, restando uma folha de pagamento da área da saúde.

“Se não bastasse isso, o Secretário furou a fila dos RPVs e incluiu o nome de sua esposa, professora Socorrinha Holanda na lista de pagamento de Junho, quando, pela programação, deveria receber somente em Agosto.” Enfatiza a presidente do Sindicato.

Após relatarem os fatos nas redes sociais e anunciarem uma convocação da diretoria com a assessoria jurídica para levar o assunto a Justiça,para solicitar o bloqueio dos recursos, o prefeito Rafael Pedrosa, anunciou em uma emissora de rádio local que iria efetuar os pagamentos. De acordo com o órgão de imprensa, a última folha de 2012 da área da saúde seria quitada, bem como os repasses em atraso.

EM TEMPO

Como a gestão já vinha descumprindo o acordado perante a Justiça, a direção do Sindicato vai ao fórum pela manhã nesta terça-feira (30/07) para confirmar os repasses e posteriormente emitir um comunicado oficial, uma vez que este anuncio também pode ser descumprido.

EM TEMPO 2

Só adiantando para administração municipal que o Sindicato dos Servidores Públicos também irão cobrar o pagamento do terço das férias dos servidores, que deveriam ter sido depositados nas contas dois dias antes da contagem do prazo, muitos ainda estão aguardando esse depósito. Esta pauta, também já está confirmada.

Comente com Facebook