/Maia: aprovação da reforma da Previdência acaba com “desculpas” do governo

Maia: aprovação da reforma da Previdência acaba com “desculpas” do governo

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) dosse em uma reunião no Credit Suisse, nesta quinta (27/06), que pretende colocar a reforma da Previdência para ser votada até dia 18 de julho e foi taxativo: “Vou colocar a reformaem votação até 18 de julho. Se os partidos vão estar prontos, é outra coisa.” Mai não pretende ficar arrastando a votação da reforma porque ela acaba servindo como argumento para o governo.  Aliados mais próximos do presidente da Casa explicam o fato: dizem que o projeto é hoje um biombo para o governo, que atrela sua decolagem à aprovação do texto. Segundo relatos, para Maia, “quando passar, acabou a desculpa: “Agora é contigo, amigo.”

Comente com Facebook