/Militar preso com drogas, devem mudar inspeções na hora do embarque

Militar preso com drogas, devem mudar inspeções na hora do embarque

A descoberta de que um militar usou um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para traficar 39kg de cocaína para Europa fez aliados do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), o aconselharem a revisar procedimentos para o embarque em seus voos. Os relatos são de que, na base aérea de Brasília, a inspeção é praticamente zero. Ninguém é revistado, nenhuma mala é inspecionada e nem submetida a raio-x. Depois do episódio com ampla repercussão, a rotina deve mudar na hora do embarque.

Comente com Facebook