/Novas ameaças próximo a posse de Bolsonaro

Novas ameaças próximo a posse de Bolsonaro

Uma bomba foi desarmada pela Polícia Militar em Brazlândia, Distrito Federal. Após investigação da Polícia Civil, chegou-se a um grupo denominado de ” Maldição Ancestral”, a Polícia Federal foi acionada para investigar o caso.

O grupo teria postado um texto em seu site, dizendo que dia 1º de janeiro estariam em Brasilia para posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e que teriam mais armas e explosivos estocados a disposição. O grupo diz no texto que não são os únicos que querem a cabeça do presidente. O grupo também assume a autoria da tentativa de explosão ao santuário de Brazlândia.

A Polícia Federal reforça ainda mais a segurança para solenidade de posse. A Força Aérea Brasileira (FAB) também estará com aeronaves e mísseis antiaéreos como “pronta resposta” a possíveis ameaças.

Comente com Facebook