/Ministério Público vê “mensalinho” na gestão de Fernando Haddad

Ministério Público vê “mensalinho” na gestão de Fernando Haddad

Três depoimentos colhidos neste mês sustentam a tese da Promotoria de que Filippi Jr. recebeu R$ 200 mil de propina da UTC enquanto era secretário de Fernando Haddad  para “atender aos interesses” da empreiteira na Prefeitura. Em troca, a empresa teria pago uma dívida de R$ 2,6 milhões da campanha petista de 2012 por meio de caixa 2. A suposta prática resultou em uma ação de improbidade administrativa movida pelo MP contra Haddad, o ex-secretário e outras cinco pessoas.

O Ministério Público de São Paulo classificou como “mensalinho” supostos pagamentos de propina feitos pela UTC Engenharia a a José Filippi Jr, ex-secretário de Saúde da gestão Fernando Haddad (PT), entre 2013 e 2014. O objetivo dos repasses, segundo o ex-presidente da empreiteira Ricardo Pessoa, era “abrir portas” para a empresa no governo petista, que havia acabado de tomar posse na capital paulista.

Comente com Facebook