/A última tentativa das esquerdas

A última tentativa das esquerdas

PT, PDT, PC do B e PSB se reúnem nesta terça-feira em Brasilia, na sede do Partido Socialista do Brasil, para uma última tentativa de união das esquerdas, antes do prazo final para o fechamento das coligações de acordo com a legislação eleitoral, que estabelece o dia 5 de agosto, como data limite para fechamento de coligações.

Os partidos encontram-se em zona de conflito, cada um puxando para seu lado e ao mesmo tempo com receio do efeito Tocantins, que realizou eleições suplementares, onde as esquerdas também se dividiram e acabaram entregando o comando do Estado aos adversários de mão beijada.

Caso não saia uma decisão em definitivo, correm o risco, inclusive de ficar de fora do segundo turno, uma vez que o único nome capaz de ultrapassar Bolsonaro (PSL) até aqui é o ex-presidente Lula (PT), caso sua candidatura seja impugnada pela Justiça e não haja um acordo dos partidos de esquerda, existe a possibilidade de chegarmos ao segundo turno tendo que escolher entre uma candidatura de extrema-direita e uma de centro direita.

Comente com Facebook