/PSDB e Pros: Convenção lança general Theóphilo para governador e vice fica para depois

PSDB e Pros: Convenção lança general Theóphilo para governador e vice fica para depois

Neste domingo (29/07), O PSDB e o Pros realizaram suas Convenções no ginásio da faculdade Ari de Sá, no centro. O ponto culminante da festa partidária ocorreu por volta do meio dia quando discursaram os principais nomes envolvidos na batalha eleitoral deste ano.

Na Convenção ficou definido a candidatura de General Theóphilo, ao governo do Ceará,  Eduardo Girão e Mayra Pinheiro ao Senado e o vice será indicado em um momento posterior.

O candidato a senador Eduardo Girão exaltou a candidatura do general e disse que o diferencial dessa chapa é sua composição feita por pessoas probas, que não tem nenhuma ligação com a Lava Jato.

Mayra Pinheiro que também ocupa a outra vaga para o senado, disse que sempre militou na política e tem como espelho a pessoa do senador Tasso Jereissati.

Tasso, disse que nunca viu uma coisa tão inusitada como vem ocorrendo agora na política do Ceará. ” o governo cooptou 24 partidos para seu arco de alianças, costurados por cargos, empregos e fatiamento da máquina pública. Vai faltar secretarias para tanta gente. E nós estamos aqui para dizer não a esse modelo, o general é um homem sério, de mãos limpas e nessa chapa não tem ninguém envolvido na Lava Jato. Eu já tenho 70 anos e estou passando o bastão, o Ceará precisa renovar a política para reencontrar o caminho do desenvolvimento. Ninguém aguenta mais ser governado por facções criminosas, porque temos um governador frouxo. Vamos melhorar a saúde, educação e devolver a liberdade ao povo cearense,” destacou.

O general Guilherme Theóphilo agradeceu a confiança do senador Tasso Jereissati e aos partidos que não se deixaram cooptar pelas forças do governo. ” A partir de agora somos os trezentos de Esparta, lutando contra um Império. Não vamos baixar a guarda, vocês agora serão nossos soldados na rua e eu vou liderá-los até a vitória, para dar um basta nos desmandos da segurança pública, da saúde, da educação e da falta de emprego. Essa será nossa meta e juntos vamos até a vitória,” ressaltou o general.

Na coletiva de imprensa, Tasso disse que que o vice será decido de forma coletiva pelos partidos aliados, também pontuou que vai trabalhar pela candidatura do tucano Geraldo Alckmin no Ceará.

Dentro desse contexto, em breve, o senador, Tasso Jereissati, vai ter que realinhar seu discurso. Não vai dar para fazer uma campanha no Ceará com um palanque de nomes limpos, sem nenhum envolvimento com a Lava Jato e manter o mesmo discurso no palanque de Geraldo Alckmin. O presidenciável tucano acabou de receber o apoio do centrão com uma carrada de envolvidos na maior operação de combate a corrupção no País.

 

Comente com Facebook