/Brasil sofre, mas vence Costa Rica nos acréscimos

Brasil sofre, mas vence Costa Rica nos acréscimos

Que o futebol mundial está nivelado todo mundo já sabe. O que ninguém consegue aceitar é o sofrimento que os torcedores passam por uma simples vitória da seleção brasileira.

Uma das principais alterações do futebol mundial é que ele está cada vez mais parecido com o futebol de salão dentro dos gramados. Toques rápidos, domínio de bola cada vez mais apurado, raciocínio mais rápido ainda, e precisão nas finalizações.

Enquanto isso, o Brasil, parece viver eternamente deitado em seu berço esplêndido como o melhor futebol do mundo. Os tempos mudaram, e precisamos evoluir juntos, porque o talento individual vai fazer a diferença. Ou entendemos isto de uma vez por todas, ou mais cedo ou mais tarde, o País vai voltar para casa ainda na primeira fase.

Na partida de hoje (22/06), venceu a ousadia de técnico Tite, em colocar o Douglas Costa logo no início do segundo tempo, deixando de lado aquela velha praxe de esperar os primeiros quinze minutos para fazer qualquer alteração. Tite foi decisivo, preciso e agiu no momento em que a a decisão tinha que ser tomada.

Douglas Costa fez à sua parte, mostrou talento, agressividade, força de vontade e sempre correu em direção ao gol.

Phillipe Coutinho foi sem dúvida o nome do jogo, abriu o placar, deixou os companheiros na cara do gol, chutou, girou a bola para os dois lados do campo e cadenciou o jogo, quando o Brasil já estava em vantagem no fim da partida.

Neymar continua deixando a desejar, mas é um talento ainda em ritmo de recuperação, fez o segundo gol que deu tranquilidade a seleção  brasileira para o próximo confronto. No momento do segundo gol, fica clara a imagem do gesto de Neymar pedindo que a bola fosse dada para Douglas Costa e não para ele, em um lance extrema inteligência, o resultado seria o segundo gol para finalizar o placar.

Brasil e Costa Rica encerram a participação no Grupo E da Copa na próxima quarta-feira. O Brasil vai enfrentar  a Sérvia em Moscou, enquanto a equipe da América Central terá pela frente a Suiça em Nijni Novgorod. O Brasil soma quatro pontos e os costarriquenhos estão eliminados.

 

Comente com Facebook