/Quatro cidades do Ceará terão eleições suplementares no domingo

Quatro cidades do Ceará terão eleições suplementares no domingo

Quatro municípios do Ceará realizam neste domingo (3) eleições suplementares para escolher prefeitos e vices. São 79.569 eleitores de Frecheirinha, Santana do Cariri, Tianguá e Umari voltarão às urnas para eleger o prefeito e o vice-prefeito, porque os eleitos em 2016 tiveram os mandados cassados em decisões do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, a apuração/totalização das eleições suplementares ocorrerão nos cartórios eleitorais das sedes das zonas, a partir das 17 horas de domingo (3). O custo total das eleições nos quatro municípios soma R$ 150.684,35.

Confira os candidatos de cada cidade:

Frecheirinha

  • Coligação ‘Frecheirinha não pode parar’: Silvia Lucia Sousa Aguiar Araujo e Claudio Fernandes Aguiar
  • Coligação “justiça e Paz’: Helton Luis Aguiar Junior e Francisco Mesquita Portela

Santana do Cariri

  • Coligação ‘Juntos Abraçamos Santana; Não Podemos Parar’: Vicente Brilhante e Mauricio Matos
  • Coligação ‘Unidos pelo Povo’: Pedro Henrique Correia Lopes e Maristela Sampaio

Tianguá

  • Coligação ‘Gente em primeiro lugar’: José Jaydson Saraiva De Aguiar e Mardes Ramos de Oliveira
  • Partido Ecológico Nacional: José Cardoso Terceiro e João Antonio Bevilaqua Alves
  • Coligação ‘O Trabalho vai continuar’: Luiz Menezes de Lima e Aroldo Cardoso Portela

Umari

  • Coligação ‘Determinação e compromisso com o Povo’: Ana Paula Araujo Viana Alencar e Francisco Bruno de Freitas Barros
  • Coligação ‘Umari, Juntos Para Servir’: Mirineide Pinheiro Moura e Alex Sandro Rufino Ferreira

Processos

A cassação dos diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Frecheirinha, Carleone Júnior de Araújo e Cláudio Fernandes Aguiar, por conduta vedada a agente público, nas eleições de 2016, foi confirmada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral pelo em 23 de abril.

Em 17 de abril, o TRE manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Santana do Cariri, Danieli de Abreu Machado e Juracildo Fernandes da Silva, por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.

No julgamento ocorrido no dia 19 de abril, o TRE também manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas do prefeito e da vice-prefeita de Umari, Francisco Alexandre Barros Neto e Laura do Carmo Lustosa Ribeiro, por captação ilícita de votos nas eleições de 2016.

Já o caso de Tianguá foi decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na sessão de 15 de março deste ano. O TSE manteve o indeferimento do registro de candidatura do prefeito eleito em Tianguá, nas Eleições de 2016, Luiz Menezes de Lima, e do vice-prefeito, Aroldo Cardoso Portela e revogou a decisão liminar que os mantinha no cargo./G1

Comente com Facebook