/Eunício responde Temer: “Não vou sair e ninguém me tira”

Eunício responde Temer: “Não vou sair e ninguém me tira”

O presidente do Congresso Nacional , senador Eunício Oliveira (MDB), foi enfático na resposta ao recado dado pelo presidente Michel Temer que convidou a sair do partido, todos aqueles que se recusarem a apoiar a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meireles. “Não vou sair e ninguém me tira” reagiu Eunício Oliveira.

Em entrevista ao Estadão, Eunício disse que tem 45 anos de partido e uma única filiação, portanto, nasceu dentro da família emedebista e quando morrer vai levar três bandeiras no caixão; a do Brasil, do Ceará e do MDB.

O presidente do Congresso disse que não tem nenhuma relação com o ex-ministro Meirelles, ressaltando que o mesmo nunca exerceu nenhum mandato pelo MDB.

Quando indagado se estaria confrontando o presidente da República, Eunício pontuou. ” O presidente da República é um filiado como outro qualquer. Dentro do MDB ninguém é maior do que ninguém. Esse é o MDB que eu nasci nele e vou morrer nele. Não vou aceitar que ninguém me faça cobrança e me ameace. Já tive muita divergência dentro do partido, mas nunca saí e não vou mudar. Não vou cumprir missão de quem quer que seja.”

Eunício também falou que está conversando com sua coligação que inclui o PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o PDT, do presidenciável Ciro Gomes. Em relação ao candidato Meirelles ele sentenciou: ” nunca comi uma colher de sal com ele”.

(Foto:reprodução)

Comente com Facebook