/Camilo diz que PT deveria apoiar Ciro, “o partido não pode apostar no isolamento suicida”

Camilo diz que PT deveria apoiar Ciro, “o partido não pode apostar no isolamento suicida”

Compartilhe!

Camilo Santana (PT) declarou ao Estadão que o Partido do Trabalhadores não pode apostar no isolamento suicida e que o partido deveria apoiar a candidatura de Ciro indicando a vice. O governador do Ceará disse que estar convicto de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato, não conseguirá disputar a Presidência nas eleições deste ano. Caso este cenário seja confirmado, a melhor situação a ser trilhada pela sigla seria apoiar a candidatura presidencial do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), seu padrinho político, e indique o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) como vice. 

Camilo ressalta que Ciro hoje, é sem dúvida nenhuma, o principal nome para unir as esquerdas e garantir as conquistas sociais alcançadas durante os 12 anos do PT no poder. “Ciro sempre foi um aliado fiel. Negar isso acho que seria injusto. Acho que o PT tem uma grande oportunidade de fazer esse debate. Não podemos nos isolar. O momento é de união, não de isolamento. O momento não é de radicalismos, isso não vai levar a nada. O momento é de reflexão, serenidade, desprendimento. Acho que quem pensa de verdade no partido, na sua história de luta, de conquista, não pode apostar no isolamento suicida.

Camilo Sanatana ressalta que se Lula pudesse ser candidato certamente seria o ideal, contudo, defende que no atual cenário, a justiça impediria sua candidatura. O governador do Ceará também destacou que tem conversado com governadores do partido e com outros governadores de outras agremiações, buscando esse alinhamento das esquerdas ainda no primeiro turno.


Compartilhe!

Comente com Facebook