/Aloysio Nunes e a busca incessante pela união de Alckmin e Temer

Aloysio Nunes e a busca incessante pela união de Alckmin e Temer

Enquanto o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, tenta fazer uma ponte entre Alckmin e Temer para saírem juntos nas eleição deste ano, o PSDB ainda precisa resolver problemas de candidatos internamente. Aloysio já confirmou que vai deixar o governo no fim de março ou início de abril para disputar a reeleição ao Senado. Ele é o único integrante do partido que ainda permanece na equipe de Michel Temer.

Aloyssio, Alckmin e Dória participaram da reunião da Executiva Nacional do PSDB, em Brasília. Por trás do encontro existe uma discussão sobre a melhor data para as prévias que devem escolher os candidatos do PSDB ao governo de São Paulo e ao Palácio do Planalto, imbróglio que ainda precisa ser resolvido pela cúpula da agremiação.

Dória que tem pretensões de concorrer ao Governo do Estado pediu que a prévia em São Paulo fosse realizada em 11 de março, no mesmo dia da escolha do candidato tucano à sucessão de Temer. Alckmin, por sua vez, disse ser preciso respeitar a autonomia do partido nos Estados para marcar datas desse tipo.

Comente com Facebook