/Gebran inicia o primeiro voto do julgamento

Gebran inicia o primeiro voto do julgamento

O desembargador Gebran Neto, do TRF-4, diz que precisou de 142 dias para preparar seu voto e que vai procurar sintetizar os principais pontos do seu julgamento. Na leitura do voto Gebran diz que esperava-se que o julgamento fosse o menos espetaculoso possível, caso que não ocorreu.

Que não houve tentativa de monitorar os advogados de defesa.

O desembargador defende a posição do juiz Sérgio Moro alegando que ele não é suspeito para julgar Lula. Alegou que em nenhum momento houve por parte do juiz a tentativa de prejudicar o réu e que tosas as suas ações fazem parte do cotidiano judicial.

Gebran lê depoimentos de testemunhas que foram ouvidas no processo do Triplex.

A fala do desembargador Gebran Neto faz referência aos indícios de que a esposa de Lula, Dona Marisa Letícia, que morreu no ano passado, teria chegado a visitar áreas comuns do empreendimento no Guarujá. O relator no TRF-4 interpretou esse fato como algo relevante para comprovar a tese do Ministério Público Federal.

“Embora sejam detalhes, todos eles somados vão dando certeza de que ocorreram dessa forma”, disse ao analisar a acusação de que Lula teria recebido um tríplex no Guarujá da empreiteira OAS, como propina, sem ter pago por isto.

 

Comente com Facebook