/Tamboril:. briga generalizada, agressões e prisões no distrito de Sucesso.

Tamboril:. briga generalizada, agressões e prisões no distrito de Sucesso.

O fato aconteceu na madrugada nesta segunda feira 01/01/2018, no Centro do Distrito de Sucesso – Tamboril, quando aconteceu uma confusão generalizada, onde teve como vítimas de lesão a sacos  e a garrafadas as seguintes pessoas:
1° vítima:. Francisco Silva Araújo Júnior, nascido aos 07/06/1997, desemprego, solteiro, natural de Tamboril, filho de Eliane de Carvalho Silva e Francisco Ferreira Araújo, residente na Rua Waldemar de Alcântara no Distrito de Sucesso – Tamboril, o qual foi lesionado no braço, tórax, Costa e cabeça.
Segundo informações a vitima se encontrava bebendo na praça do Distrito de Sucesso, quando o acusado :. Inácio Rodrigues de Sousa Neto, nascido aos 25/05/1989, agricutor, solteiro, filho de Rosa  de Sousa Oliveira e Edimar Batista de Oliveira, juntamente  com o seu comparsa de nome: Jonatan Peres Alves , nascido aos 12/06/1998, desempregado, solteiro, filho de Vanda Peres Alves, se aproximou da vítima e começou a intimidar forçando a beber, momento em que a vitima se negou a beber, tendo então os acusados efetuados vários socos, chutes e garrafadas na vítima, momento em que a vitima conseguiu se livrar das agressões e correu para dentro de um Bar que ali se encontrava aberto.
A polícia militar foi acionada indo ao local a viatura comandada pelo cabo Ozéias e SD Justino, que ao chegarem no local os PMs constataram a veracidade da denuncia, e de imediato foi realizado diligências, tendo os acusados sidos localizados e presos, porém no momento em que os acusados estavam sendo colocados dentro da viatura, um outro homem identificado por : Josimar Martins de Sousa, nascido aos 15/07/1984, desempregado, amasiado, filho de Maria Otília Pereira Martins e José Vieira de Sousa, começou a desacatar os policiais, chegando inclusive arremessar uma garrafa de vidro contra a viatura, momento então que Josimar recebeu voz de prisão, porém Josimar reagiu a prisão sendo necessário o uso da força por parte dos PMs, para dominar o acusado que foi preso .
Os PMs ainda tiveram que usarem gás de pimenta para conter o acusado e afastar os curiosos que faziam tumulto no local devido as prisões.
Os PMs cabo Ozéias e SD Justino conduziram as partes envolvidas para a delegacia de polícia civil em Crateús para a realização dos procedimentos cabíveis.
Detalhes:. De forma muito positiva, temos que reconhecer a coragem, a bravura desses dois policiais ( Ozéias e Justino), pelo grande trabalho realizado  , inclusive arriscando suas próprias vidas para oferecer segurança a população.
Os dois policiais mostraram realmente que tem  sangue de polícia na veia.
(Gonçalinho Rodrigues)

Comente com Facebook