/Juiz e servidor do Detran-Ce: voz de prisão e abuso de autoridade

Juiz e servidor do Detran-Ce: voz de prisão e abuso de autoridade

Uma composição policial foi acionada por volta das 19h 55min para uma ocorrência policial no Detran do Shopping Iguatemi.  Ao chegarem ao local, um juiz federal deu voz de prisão a um servidor do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), nesta quinta-feira (28/12). O juiz identificado como Danilo Dias Vasconcelo de Almeida queria que o servidor executasse um serviço e foi informado pelo funcionário que o Sistema estaria fora do ar. O juiz deu ordem de prisão ao funcionário e o caso foi parar no 13º Distrito Policial, no Bairro Cidade dos Funcionários.

 O juiz, solicitou uma declaração ou certidão emitida pelo Detran, informando o horário e a data em que ele esteve na unidade e não pode ser atendido em virtude do sistema está fora do ar. O funcionário informou que o juiz deveria formalizar o pedido da certidão, documento que pode levar até cinco dias para ser emitido. Permanecendo o impasse da não execução do serviço, o juiz deu voz de prisão ao funcionário Antonio Alves da Silva Filho.

Na delegacia, o juiz solicitou ao delegado que enquadrasse o funcionário por prevaricação, onde foi contestado pela autoridade policial. Não obtendo êxito, o juiz deixou a delegacia. Já o funcionário Antonio Alves da Silva Filho (Chefe do Posto) do Detran  registrou boletim de ocorrência como abuso de autoridade.

(Imagem divulgação servidor Detran)

Comente com Facebook