/Guardiola admite frustração de Agüero, mas diz: “Jesus também precisa jogar”

Guardiola admite frustração de Agüero, mas diz: “Jesus também precisa jogar”

Um novembro, Pep Guardiola explicou por que seria raro o torcedor do Manchester City ver Agüero e Gabriel Jesus juntos: a ausência de Mendy, lesionado, impossibilitaria o brasileiro de atuar pelas pontas, numa fraqueza identificada pelo treinador catalão.

A solução para Guardiola foi revezar os seus dois centroavantes. Eles chegam na metade da temporada com a mesma quantidade de minutos somadas todas as competições oficiais. Se há uma disputa, a vantagem é de Agüero, com cinco gols a mais

Dois deles foram marcados na vitória sobre o Bournemouth, no último sábado, pelo Campeonato Inglês. O argentino é o maior artilheiro e possivelmente o maior ídolo do clube, com 184 gols, e demonstrou certa frustração por não estar jogando mais vezes como titular. Pep disse entendê-lo:

– Eu fui jogador. Eu entendo que fiquem tristes e chateados quando são substituídos e não jogam. O nosso trabalho é tentar e buscar encontrar uma fraqueza, mas eu tento ter o melhor relacionamento possível com meus jogadores – afirmou Guardiola.

– Às vezes, eu acho que Gabriel Jesus também precisa jogar, assim como Bernardo Silva e Mangala. O importante é que eles tenham respeito um pelo outro. Se eles não estão felizes comigo, isso não é um problema, mas que tenham um incrível relacionamento entre eles – completou.

Guardiola, por enquanto, tenta administrar as vontades e usufruir da presença de dois atacantes de alto nível em seu elenco.

– Eu tenho muito respeito pelo Sergio (Agüero) e por tudo o que ele fez, faz e fará no futuro. Ele vai decidir tudo sobre o seu futuro e sua vida. Estou muito feliz por tê-lo em meu elenco juntamente com o Gabriel Jesus.

Líder absoluto, o Manchester City volta a campo na quarta-feira, contra o Newcastle, fora de casa, pela 20ª rodada do Campeonato Inglês.

(ge)

Comente com Facebook