/Catunda: saiba tudo sobre o caso da estudante que foi assassinada na localidade de Salitre.

Catunda: saiba tudo sobre o caso da estudante que foi assassinada na localidade de Salitre.

A polícia militar de Catunda, tendo a frente o Subtenente Lopes e o cabo Tupinambá, foram informados que na manhã desta terça feira 12/12/2017, teria acontecido um homicidio na localidade de Salitre – Catunda.
Os policiais foram averiguar a informação é lá chegando constataram a veracidade do fato, onde próximo a igreja da comunidade, mais precisamente dentro de um cercado ao lado de um cacimbao, foi encontrado o Corpo da adolescente:. Josiane Batista da Silva,  conhecida por Joyce, nascida aos 19/06/1991, estudante,  natural de Sobral, residente na localidade de Salitre – Catunda.
Após localizar o Corpo, os PMs foram informados que o suspeito de ter cometido o crime seria o vizinho da vítima, o indivíduo de nome:. Tiago de Araújo Mendes, nascido aos 26/11/1992, solteiro, residente em Salitre – Catunda.
Diante das informações os PMs foram até a casa de Tiago, o qual ao avistar a presença da viatura, o mesmo chegou a correr levando com sigo uma garrafa d’água e um pacote de biscoito, porém o Subtenente Lopes passou a correr atrás do elemento que acabou preso em seguida.
Após ser preso o acusado foi levado para a delegacia de polícia civil na cidade de Santa Quitéria, onde foi interrogado pelo delegado Dr Vítor.
Em seu depoimento Tiago confessou a autoria do crime e disse que matou a jovem usando um cordão e a estrangulou.
Em conversa com a nossa reportagem, o delegado Dr Vitor disse que Tiago confessou que a matou e escondeu o corpo, mas alegou não lembrar de tê-la estuprado.
Ainda segundo o delegado  o acusado  foi conduzido a PEFOCE de Canindé para coleta de material genético para comparar com o DNA encontrado na vítima para saber realmente se ouve ou não o estupro.
Ainda segundo o delegado , o criminoso  também apresentava   arronhões pelo corpo, possivelmente feitos pela vítima quando tentava se defender.
Tiago foi autuado em flagrante e ficará preso na cadeia pública de Santa Quitéria.
Rabecão:.  O rabecão do IML de Canindé compareceu ao local do crime por volta das 15:00 horas e removeu o corpo da adolescente para o IML .
A jovem Joyce estudava em uma escola na cidade de Catunda.
Reportagem no local:. A nossa reportagem esteve no local do crime e conversou com vários familiares da vítima.
Joyce era criada pela sua avó dona Lurdes, pois a mãe biológica de Joyce morreu de parto, e o pai  mora no município de Tamboril.
Em conversa com a nossa reportagem , dona Lurdes disse que era avó e ao mesmo tempo mãe de Joyce, pois criava a mesma desde o dia que ela nasceu.
Ainda segundo dona Lurdes na segunda feira a noite, a Joyce saiu de casa com uma amiga para uma novena na igreja de Salitre, e não mais retornou.
Já o Evandro irmão de Joyce relatou que o criminoso Tiago era seu amigo e que inclusive costumava frequentar a casa de dona Lurdes onde tinha sempre apoio da família de Joyce.
Evandro disse que Tiago era um cara metido a folgado e que vivia se envolvendo em confusão e praticando roubos na localidade.
Ainda segundo Evandro , Tiago é usuário de drogas.
Ele anda aqui em casa , eu andava na casa dele , e nunca imaginei que ele fosse capaz de fazer isso com a minha irmã, disse Evandro muito  emocionado.
A senhora Gardênia, prima de Joyce, disse que a estudante era bastante querida na comunidade.
Indagada pela nossa reportagem se a vítima tinha algum relacionamento com o acusado, a família de Joyce afirmaram que não havia nem um tipo de relacionamento entre vítima e acusado.
A família acredita que a jovem tenha sido morta ainda na segunda feira a noite, mais somente na manhã de terça é que o corpo foi encontrado.
Indagamos a dona Lurdes avó da vítima, porque a família não teve a preocupação de procurar a adolescente durante a noite, e obtivemos como resposta de dona Lurdes o seguinte:.  Eu morava sozinha mais a Joyce e o Evandro, e nesta noite o Evandro tinha viajado para a cidade de Catunda, e eu fiquei só com a Joyce, foi quando ela saiu para a novena, e não voltou mais, e eu ainda fiquei preocupada com a demora dela, mais não tinha como eu ir atrás dela pois eu estava só.
Detalhes:.   A nossa reportagem pode constatar que Joyce foi morta na beira da pista, e depois de morta o elemento ainda arrastou a vitima por cerca de 200 metros onde deixou o corpo da estudante.
O clima de revolta e de tristeza é muito grande por parte da população que espera agora que justiça seja feita, e que o acusado pague pelo bárbaro crime que cometeu.
(Gonçalinho Rodrigues)

Comente com Facebook