/Ciro e Lula combinam aliança para o segundo turno

Ciro e Lula combinam aliança para o segundo turno

A colunista Andreza Matais do Estadão noticiou hoje (11/12) que o prazo que Ciro Gomes (PDT) se impôs para viabilizar seu nome como candidato da esquerda na eleição de 2018 se esgotou há duas semanas. Ciro em conversas com petistas, concluiu que não terá apoio do ex-presidente Lula. Interlocutores dos dois presidenciáveis dizem que estabeleceu-se um acordo: quem passar para o 2° turno apoia o outro. Na última pesquisa Datafolha, o pedetista aparece em quinto lugar, com 6% das intenções de votos, contra 34% de Lula. No seu melhor cenário sem o petista, perde apenas para Jair Bolsonaro.

Ciro sabe que tem que acelerar a montagem de seu palanque nos Estados, uma vez que caso a justiça barre a cqandidatura de Lula ele certamente irá para o segundo turno. Ciro,  recentemente filou ao seu partido o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, que saiu do PV. Ciro está em busca de um nome no Distrito Federal, ele quer fortalecer seu nome na capital federal.

Ciro costuma de dizer que o PT, é muito bom para receber apoio, contudo tem muita dificuldade para apoiar outras agremiações.

Em São Paulo, o ex-prefeito Fernando Haddad não tem dúvidas de que o PT já definiu o palanque para presidente e governo. Quando perguntado sobre seu destino, responde: “É Lula e Luiz Marinho e ponto final.”

Comente com Facebook