/Cinco acusados de matar a travesti Dandara dos Santos vão a júri popular

Cinco acusados de matar a travesti Dandara dos Santos vão a júri popular

A juíza Danielle Pontes de Arruda Pinheiro aceitou nesta quinta-feira (30) a denúncia contra cinco acusados de assassinar a travesti Dandara dos Santos: Francisco José Monteiro de Oliveira Júnior (vulgo Chupa Cabras), Jean Victor da Silva Oliveira, Rafael Alves da Silva Paiva, Júlio César Braga da Costa e Isaías da Silva Camurça.

Eles foram denunciados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, e corrupção de menores. Dandara dos Santos foi assassinada no dia 15 de fevereiro deste ano no bairro Bom Jardim, em Fortaleza.

Na decisão judicial, a magistrada manteve a prisão preventiva dos cinco acusados. Duas pessoas seguem foragidas: Francisco Wellington Teles e Jonatha Willyan Sousa da Silva. A decisão a respeito da denúncia contra Francisco Gabriel Campos dos Reis, que foi preso recentemente, será elaborada uma outra decisão, durante o curso do processo, uma vez que, em relação a ele, ainda faltam as alegações finais de defesa. Agressões, humilhação e tiros O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim, e ganhou repercussão nas redes sociais após o compartilhamento do vídeo que mostra a travesti sendo agredida por um grupo no meio da rua

O vídeo, gravado por uma pessoa que está com o grupo de agressores, mostra parte da violência. A gravação tem 1 minuto e 20 segundos e termina quando os suspeitos colocam a vítima no carrinho de mão, após agressões com chutes, chineladas, pedaços de madeira, e descem a rua.

 O governo do Ceará emitiu uma nota de repúdio em relação aos “atos de violência e intolerância como o que praticado contra Dandara dos Santos”, morta por brutal espancamento”.
(G1)

Comente com Facebook